São animais mamíferos. Caracterizam-se pela presença de grandes e fortes dentes incisivos (dentes da frente), que crescem continuamente. Por isso, os ratos possuem o hábito de sempre estarem roendo algum tipo de material. Por exemplo: madeira, papéis, plásticos, chumbos, concreto, fios elétricos, etc. Não possuem dentes caninos ou pré-molares.

DOENÇAS E MEIOS DE TRANSMISSÃO:

Mordeduras – Mordeduras de ratos podem transmitir ao homem doenças conhecidas como febre de mordedura de rato, que são causadas pelas bactérias “Streptobacillus moniliformis” e “Spirillum minus”. No homem essas bactérias causam sérias doenças, as mesmas são praticamente inofensivas aos roedores.

Urina de ratos – Leptospirose causada pela bactéria “Leptospira icterohaemorrahagie”, muito comum em ratos sadios, sendo propagada através de sua urina. A urina contaminada, ao entrar em contato com homens e cães, provoca icterícia grave.

Fezes de rato – A doença mais comum transmitida pelas fezes de ratos ou alimentos por elas contaminados é a desinteria. A moléstias é causada por várias bactérias “Salmonellas sp”, que provocam enterites agudas. Entretanto, na maioria dos casos, essa moléstia não chega a ser atribuída aos ratos.

Pulgas dos ratos – A pulga, transmissora da peste bubônica septicêmica para o homem, foi causadora das maiores calamidades que assolaram a humanidade. O rato infectado transmite a doença ao homem através de sua pulga contaminada.

COMO VERIFICAR UMA INFESTAÇÃO DE ROEDORES?

Vestígios – Numa inspeção devem ser cuidadosamente observados todos os locais que possam oferecer abrigos e alimentação aos roedores. Nesta verificação, deve-se procura identificar os sinais deixados pelos roedores, já que por terem hábito noturno torna-se difícil vê-los em atividades.

Dentre os sinais a serem observados, podem ser citados:

– Papéis e outros materiais picados;
– Barulho no forro;
– Roedura nas portas, forros, setor de embalagens, matéria-prima;
– Matéria-prima ou alimentos esparramados no chão ou prateleira;
– Buracos em área de terra, geralmente construídos junto a estruturas verticais;
– Fezes, geralmente, úmidas, moles, escuras e brilhantes quando frescas; e, sem brilho e são acinzentadas, quando antigas.